mona monixa menina lagartixa, mona monixa mona monixa menina lagartixa em: histórias, aventuras, palavras, exposições, amigos, histórias, fotografias rasgadas, papeis amassados, reflexos, manhãs de domingo, arteterapia, dança, dicas, viagens, ruas de pedras, indiadas, referências, movimento, arte, poeira da estrada, momentos perdidos, música, telas, novidades, links, curiosidades, tempestade de raios, enfim, um pouco de tudo e de tudo um pouco... ...about mona carvalho, sejam bem vindos!


















mona em álbum fotográfico
no
boneca de trapos







mona carvalho:
formada em licenciatura plena em educação artística - artes plásticas - especialização em arteterapia - curadora de artes visuais - atua também como curadora independente - atual diretora da escola preparatória de dança da cia. municipal de dança de caxias do sul.


m o n a c a r v a l h o - curadoria independente


para contatar curadorias: mcarvalho@caxias.rs.gov.br/curadoriaindependente@gmail.com


msn: mona.monixa@hotmail.com










curadoria independente:
a Curadoria Independente de Mona Carvalho trabalha com atividades ligadas a produções artísticas. A curadoria envolve: consultoria/assessoria de projetos, realização de exposições, informações de editais e prêmios, assessoria de imprensa/comunicação, arte gráfica, textos críticos, release e convites.


Mona Carvalho - Curadoria Independente

Curadoria Independente - Promovendo Arte












links.amigos

catraca
sigma666
gica nenem
nith du lac
cristhian caje
tabasko [taloco]
suuuuuuuu
gázi azi azi azi áazi
laine, uhh baiiibe, gislaine
joao gordinho radiafônico
rafael drambros com olhos sobre tela
wwwánessa q me ensinou a dizer salsixsha
grazi, a alemão
fran
mimi giron
leomara valente
stela medeiros
comédia em stand by
zamo tamay
depois das 11
Kika
...já foi: arquivos passados!

... segundos, minutos, horas, dias, meses e anos que se foram...

  • Abril 2004
  • Maio 2004
  • Junho 2004
  • Julho 2004
  • Agosto 2004
  • Setembro 2004
  • Outubro 2004
  • Novembro 2004
  • Dezembro 2004
  • Janeiro 2005
  • Fevereiro 2005
  • Março 2005
  • Abril 2005
  • Maio 2005
  • Junho 2005
  • Julho 2005
  • Agosto 2005
  • Setembro 2005
  • Outubro 2005
  • Novembro 2005
  • Dezembro 2005
  • Janeiro 2006
  • Fevereiro 2006
  • Abril 2006
  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Julho 2006
  • Novembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Maio 2007
  • Julho 2007
  • Agosto 2007
  • Fevereiro 2008
  • Março 2008
  • Maio 2008
  • Julho 2008
  • Outubro 2008
  • Dezembro 2008
  • Janeiro 2009
  • Fevereiro 2009
  • Março 2009
  • Abril 2009
  • Maio 2009
  • Junho 2009
  • Julho 2009
  • Agosto 2009
  • Setembro 2009
  • Novembro 2009
  • Dezembro 2009
  • Janeiro 2010
  • Março 2010
  • Abril 2010
  • Maio 2010
  • Junho 2010
  • Julho 2010
  • Agosto 2010
  • Outubro 2010
  • Novembro 2010
  • Dezembro 2010
  • Abril 2011
  • Julho 2011
  • << current

    um pouco de tudo e de tudo um pouco

    literatura



    guia dos curiosos
    beco dos livros
    baixar livros
    hilda hilst
    mensagem subliminar
    universo
    discovery channel
    discovery brasil
    egito
    vikings
    resumo de livros
    machado de assis
    carlos drummond de andrade
    nelson rodrigues
    academia brasileira de letras
    new journalism
    taoismo
    gothic art
    maquina de escrever
    pedra branca
    livros falados
    live jounal

    cinema


    cinema e dvd
    cinema em cena
    gnc cinemas
    south park studios
    amelie poulan
    curta o curta
    curta agora

    arte


    leonardo da vinci
    michelangelo
    picasso
    van gogh
    salvador dali
    museu virtual
    mark ryden
    fotos
    foto site
    foto 306
    curso b?sico de fotografia
    desenhos loucos
    desenhos loucos 2
    desenhos lindos
    beco das imagens
    explodingdo
    sincronias
    psyco
    olhares falam
    anne geddes
    artur fidalgo
    upgrade do macaco
    pinacoteca sp
    museu afro
    mapa das artes
    I’mito: Zapping Zone
    gentil carioca
    la biennale
    mapa das artes
    parkid

    música


    radio flamenca
    ouça pacco de lucia
    ouça camaron de la isla
    jimmy page's symbol
    radios
    jazz
    beatles classic rock
    letras beatles

    diversos


    fbi
    gothsannymous
    barbie
    unkymoods
    piranha cd
    humanos
    ryanorourke
    beco diagonal
    babilonia hype
    dedu??es via internet
    freak show
    full sreen
    relentlessdivas
    carcasse
    gotico
    goth industrial electro
    bedeteca de lisboa
    chili com carne
    glenat
    lambiek
    moda
    sonhos
    meio e mensagem
    creative
    hipp
    a place poa
    takahata
    senac
    mangue vivo
    see enigma
    beleza pura
    plante
    beleza inteligente
    trabalho sujo
    revista bala
    cabeza marginal
    rainbow
    monas
    como estou hj
    spectorama
    torpedo claro
    torpedo vivo
    mkzdk
    portley michael
    leary
    all tv
    anna nova
    chicken head
    mix brasil
    glurt
    espadas y serpientes
    gecko
    image bank
    doe com um click
    click fome
    Designando
    The Dreamers
    orisinal
    happy tree friends
    mamut
    adeus computador
    malvados
    banheiro feminino
    mona lisa
    pixar
    charge online
    asterix
    calvin e hobbes
    dc comics
    garfield
    marvel
    chuveiro songs
    kamasutra
    cowboybooks
    flyguy
    snoopy
    spawn
    tiras turma da monica
    jogue tomate
    linhuagem surdo-mudo
    coleções
    digite rapido

    fotologs

    Fotolog Nith
    Fotolog Aurelio
    Fotolog Dj Lu Vargas
    Fotolog da Monixa
    Fotolog da Gica
    Fotolog da Kriz Niggaz
    Fotolog gustaf
    Fotolog forgottendoll
    Fotolog nith
    Fotolog Vlad

    fotos europa, america latina e outros

    clique aqui

    adornos

    mimi giron

    Meu nome , Mort. Ed Mort. Sou detetive particular. Pelo menos isso e o que esta escrito numa plaqueta na minha porta. Estava sem trabalho ha meses. Meu ultimo caso tinha sido um flagrante de adulterio. Fotografias e tudo. Quando nao me pagaram, vendi as fotografias. Eu sou assim. Duro. Em todos os sentidos. O aluguel da minha sala - o apelido que eu dou para este cubiculo que ocupo, entre uma escola de cabeleireiros e uma pastelaria em alguma galeria de Copacabana - estava atrasado. Meu 38 estava empenhado. Minha gata me deixara por um delegado. A sala estava cheia de baratas. E o pior e que elas se reuniam num canto para rir de mim. Mort. Ed Mort. Esta na plaqueta. Ih! Roubaram a plaqueta!

    Mona: monixa@gmail.com


    Hey Hey My My "Rock n' Roll can never die"


    .:. Paradise Lost .:.
    .:. Lacrimosa .:.
    .:. Marduk .:.
    .:. Sentenced .:.
    .:. Ozzy .:.
    .:. Marilyn Manson .:.
    .:. Cradle of Filth .:.
    .:. Him .:.
    .:. Led Zeppelin .:.
    .:. Janis Joplin .:.
    .:. About Blues .:.
    .:. Deep Purple .:.
    .:. Judas Priest .:.
    .:. AC/DC .:.
    .:. Pink Floyd .:.
    .:. Enya .:.
    .:. Rammstein .:.
    .:. Lacuna Coil .:.
    .:. David Bowie .:.
    .:. Evanescence .:.
    .:. Moonspell .:.
    .:. Type O Negative .:.
    .:. Dead Can Dance .:.
    .:. Lorena Mackennit .:.
    .:. Kittie .:.
    .:. Gorgoroth .:.
    .:. Tears For Fear .:.
    .:. The Who.:.
    .:. Black Sabbath .:.
    .:. The Cure.:.
    .:. Rolling Stones .:.
    .:. Grace Potter and the Nocturnals.:.

































































    andem... voe... dance... brinque...:
    FLY GUY ...maravilha!


































































    Mona Carvalho - Curadoria Independente - promovendo arte

















    mona carvalho
    sangue O-

















    :)

































    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br










    seja um parceiro da curadoria independente
    artistas interessados em obter a curadoria de mona carvalho, empresas que gostariam de ser apoiadores culturais da curadoria independente, espaços e amantes da arte que se interessem por algum artista, empresas que queiram patrocinar ou ser um facilitador de algum projeto da curadoria, espaços culturais interessados em realizar exposições dos artistas parceiros e espaços que queiram trabalhar com ou serem orientados por uma curadoria, basta entrar em contato por email ou telefone.

























    Volare


































    curadoria independente

    + + heyyyy you ... that's something new + + :: all you need is love :: woooowwwwww , is that really me ???!?! ?So... is this really all there is ? !! never really got to hold on to you !! ohh no.... monixa, pink is not an appropriate color ... hahaha ::


    :*: Explodingdog :*:





























    di ver ti do

















    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br


















    ...mais e mais e mais fotinhos
    ...adornos maravilhosos

















    só deixo meu coração na mão de quem pode fazer da minha alma suporte para uma vida insinuante insinuante anti tudo que não possa ser bossa nova hard core bossa nova nota dez quero dizer, eu to pra tudo nesse mundo então, só vou deixar meu coração, a alma do meu corpo, na mão de quem pode na mão de quem pode e absorve tanto no céu que no inferno inspiração de mutação da vagabunda intensão de se jogar na dança absoluta da matança do que é tédio, conformismo, aceitação e eu fico aqui vou te levando nessa dança sobre o mundo (...) ciúme é o acúmulo de dúvida, incerteza de si mesmo, projetado assim jogado como lama anti-erótica na cara do desejo mais intenso de ficar com a pessoa eu não tô a toa eu sou muito boa eu sou muito boa pra vida eu sou a vida oferecida como dança e eu não quero "te dar gelo" diabos que o carregue vê se aprende, se desprende (...) decifra-me só deixo minha alma, só deixo meu coração na mão de quem ama solto! lindo.lindo [mona.monixa.menina.lagartixa]


































    orisinal


































































    ..."As pessoas pensam que quando se apaixonam elas se completam? A união platônica das almas? Pois eu não concordo. Eu acho que você está completo antes de se apaixonar. E o efeito do amor é fracionar você. Antes você está por inteiro, depois você racha ao meio." ...


















    Mona Carvalho - Curadoria Independente

































































    Oh, come on, come on, come on, come on! Didn’t I make you feel like you were the only man —yeah! Didn’t I give you nearly everything that a woman possibly can ? Honey, you know I did! And each time I tell myself that I, well I think I’ve had enough, But I’m gonna show you, baby, that a woman can be tough. I want you to come on, come on, come on, come on and take it, Take it! Take another little piece of my heart now, baby! Oh, oh, break it! Break another little bit of my heart now, darling, yeah, yeah,yeah. Oh, oh, have a! Have another little piece of my heart now, baby, You know you got it if it makes you feel good, Oh, yes indeed. You’re out on the streets looking good, And baby deep down in your heart I guess you know that it ain’t right, Never, never, never, never, never, never hear me when I cry at night, Babe, I cry all the time! And each time I tell myself that I, well I can’t stand the pain, But when you hold me in your arms, I’ll sing it once again. I’ll say come on, come on, come on, come on and take it! Take it! Take another little piece of my heart now, baby. Oh, oh, break it! Break another little bit of my heart now, darling, yeah, Oh, oh, have a! Have another little piece of my heart now, baby, You know you got it, child, if it makes you feel good. I need you to come on, come on, come on, come on and take it, Take it! Take another little piece of my heart now, baby! oh, oh, break it! Break another little bit of my heart, now darling, yeah, c’monnow. oh, oh, have a Have another little piece of my heart now, baby. You know you got it —whoahhhhh!! Take it! Take it! Take another little piece of my heart now, baby, Oh, oh, break it! Break another little bit of my heart, now darling, yeah, yeah,yeah, yeah, Oh, oh, have a Have another little piece of my heart now, baby, hey, You know you got it, child, if it makes you feel good.
































































































    I'm so tired of playing Playing with this bow and arrow Gonna give my heart away Leave it to the other girls to play For I've been a tempteress too long Yes Give me a reason to love you Give me a reason to be... a woman I just wanna be a woman From this time unchained We're all looking at a different picture Through this new frame of mind A thousand flowers could bloom Move over and give us some room, yeah Give me a reason to love you Give me a reason to be... a woman I just wanna be a woman So don't you stop being a man Just take a little look from outside when you can Sow a little tenderness No matter if you cry Give me a reason to love you Give me a reason to be... a woman I just wanna be a woman It's all I wanna be, it's all, a woman For this is the beginning of forever and ever It's time to move over So I wanna be I'm so tired of playing Playing with this bow and arrow Gonna give my heart away Leave it to the other girls to play For I've been a tempteress too long...

















































    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br


































    caminho de santiago de compostela desde sarria... 120 km em 5 dias!































    hora de poa




    hora espanha




    hora méxico

































    ... cuide mais do seu caráter do que da sua reputacao. porque seu caráter é exatamente aquilo voce é, enquanto que sua reputação é aquilo que os outros pensam que voce é... ...e o que eles pensam, é problema deles!!!































    mundo de sofia
    Sofia era uma menina de quase quinze anos que morava com sua mãe pois o trabalho de seu pai o deixava ausente boa parte do tempo. Em um dia belo, quando voltava da escola, encontrou com dois pequenos envelopes brancos, não simultaneamente. Cada um deles continha uma indagação e elas levaram Sofia a refletir sobre a vida e a origem do mundo.


















    roma com minha amiga gica

















    só ouço falar bem:


    Uma super dica que está fazendo um sucesso:


    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br



    this mona's life
    quinta-feira, agosto 19, 2004



    Sistema interativo: realidade virtual, networked installation, mineraç?o de dados na rede, intelig?ncia artificial, algoritmos genéticos, interface: leitor laser de código de barra, projeç?es ampliadas, óculos para estereoscopia e touch screen.

    Ambiente: repleto de objetos de consumo, mesa/caixa em acrílico transparente, gráficos luminosos em neon, ambiente com 02 projeç?es, sendo uma em estereoscopia, 03 monitores monocromáticos, 01 touch screen, 01 televis?o com imagens de videoclip sobre os mitos.




    ?I?mito: zapping zone?, explora a fabricaç?o de identidades sintéticas, a partir de uma base de dados de vinte mitos ou personalidades, em computaç?o evolutiva, com algoritmos genéticos e buscas na rede que determinam o estado emergente da sala.


    O espaço físico de uma sala, recoberta por objetos de consumo, constrói um ambiente marcado pelo excesso, numa espécie de zapping zone entre o matérico e imaterial, o ef?mero e o permanente, o mutante e o estável, o analógico e o digital, o código e a imagem. O sistema permite misturar qualidades gráficas, textuais e sonoras que caracterizam mitos da história da humanidade. Em estados de emerg?ncia pode-se passar do objeto físico na sua materialidade, ao máximo da abstraç?o das palavras, até imagens modeladas, e o gráfico cru dos algoritmos. Hibridizaç?es e mutaç?es s?o desencadeadas no sistema. Palavras buscadas na Internet constróem textos com dados da identidade dos mitos na rede mundial.





    A S A L A



    Cores vivas, de uma estética pop,
    est?o presentes no ch?o vermelho e nas paredes amarelas.



    Na entrada da sala, gráficos de neon,
    em cores luminosas desenham formas de
    alguns objetos e um videoclipe explora
    fragmentos de imagens e sons
    remetendo aos mitos.



    A sala acumulada de objetos de consumo
    tem suas paredes recobertas por cores,
    texturas, formas de objetos de
    toda ordem que identificam os personagens.




    Gráficos de neon, em cores luminosas
    desenham formas de alguns objetos, ao
    redor de duas grandes telas, e emolduram
    uma mesa/ caixa de acrílico com
    os objetos para interaç?o.



    Uma tela de touch screen é
    oferecida para interagir com palavras.



    Entre os objetos na parede est?o 3
    monitores mostrando números dos
    algoritmos que elaboram as interaç?es do sistema.


    A interatividade:



    O sistema interativo é acionado a partir da escolha de 2 objetos físicos identificados por etiquetas com códigos de barra, tirados de uma mesa acrílica que lembra um altar. A posiç?o da interface do leitor de código de barra remete ao sacrário.

    A compra da identidade dos mitos é processada em tempo real no momento da leitura do código de barras que envia a informaç?o para o complexo sistema.

    Ainda em tempo real as identidades s?o processadas e se manifestam nas duas telas. Palavras relacionadas ao contexto dos mitos acionam um sistema de intelig?ncia artificial.










    Na primeira grande tela, esses dados processam em tempo real imagens em morphing dos rostos dos 2 mitos escolhidos através dos objetos e ao mesmo tempo frases s?o capturadas por mineraç?o de dados na Internet. Mutaç?es nas formas relacionando a identidade de dois mitos geram populaç?es de indivíduos mutantes.



    Na segunda grande tela, os dados renderizam em tempo real imagens de objetos modelados que remetem aos mitos escolhidos. Um sistema de algoritmo genético e um atrator, computacionalmente, provocam o aparecimento mutaç?es de dois objetos, misturando a identidade dos mitos. Essa segunda tela, possibilita, através de técnica de realidade virtual, a vis?o em estereoscopia, numa relaç?o entre o virtual e os objetos que avançam no espaço real da sala.

    Simultaneamente, o sistema está sendo visualizado nos 3 monitores que revelam os algoritmos. Na tela sensível ao toque, uma base de dados, através de classes de palavras relacionadas aos mitos, com substantivos, verbos, adjetivos e lugares, permite que cada participante construa seu próprio mito com os termos que lhe parecem mais adequados. Essas informaç?es geram populaç?es de indivíduos que v?o integrar uma comunidade virtual. Simultaneamente entram para o sistema. A sonorizaç?o da sala é feita ativando um banco de dados, com regeneraç?o em tempo real, explorando fragmentos sonoros, remetendo a personalidades e mitos.


    Graus e níveis de interaç?o e imers?o.

    Oferecendo objetos de dois mitos para o leitor de código de barras, dados que identificam os mitos s?o enviados para um banco de dados em um sistema de intelig?ncia artificial.

    As seis emerg?ncias:

    1) Morphing do rosto de dois mitos escolhidos.

    2) Mecanismo de busca que captura na rede sentenças em tempo real, usando uma base de dados com palavras identificando os mitos, trazendo uma memória global.

    3) Renderizaç?o em tempo real de objetos 3D, em um ambiente de OOL, que, visualizado em estereoscopia, invadem o espaço físico. Um atrator provoca o morphing entre dois objetos que se cruzam.

    4) O sistema do som da sala, controlado por uma base de dados, explora pedaços de discursos, canç?es e ruídos relacionados ? história dos mitos escolhidos.

    5) Tr?s monitores mostram a abstraç?o dos algoritmos "crus" do sistema de interaç?o, misturados ? fisicalidade dos objetos reais.

    6) Seleç?o de palavras da base de dados em uma tela de toque, touch screen, provocam os algoritmos geneticos que produzem uma geraç?o nova de seres sintéticos.


    Mitos escolhidos:
    Marilyn Monroe, Cleópatra, Princesa Diana, Joana D'Arc, Frida Kahlo, Madona, Isadora Duncan, Evita, Madre Tereza de Calcutá, Carmem Miranda
    John Kennedy, Ayrton Senna, Pelé, Charles Chaplin, Che Guevara, Gandhi, Albert Einstein, Elvis Presley, John Lennon, Van Gogh.


    Quest?es técnicas: O sistema interativo evolutivo

    Para cada mito, o conjunto de termos que o representa é tratado como seu código genético. Neste projeto, vinte mitos foram descritos, definindo-se para cada um deles 20 substantivos, 20 adjetivos, 20 verbos e 20 lugares. De 2 a 3 sons, objetos e imagens foram armazenados para cada um. Deste modo, o código genético de um mito é representado no sistema por um conjunto de 80 termos além de 7 a 8 itens que incluem imagens, objetos e sons.

    Representaç?o interna
    Os mitos s?o representados através de um conjunto de termos, organizados em diferentes categorias:

    . substantivos: objetos, itens de uso pessoal que remetem ? imagem de cada mito. Por exemplo, uma bengala e um chapéu coco podem ser utilizados para representar Charles Chaplin;
    . adjetivos: características pessoais dos mitos, virtudes ou mesmo defeitos que nos fazem lembrar de cada um deles. Os adjetivos corajoso e veloz, por exemplo, podem ser utilizados para descrever Ayrton Senna;
    . verbos: aç?es que caracterizam a personalidade dos mitos, como por exemplo correr, rezar, matar...
    . lugares: cidades nas quais os mitos viveram parte de suas vidas, ou locais que ficaram fortemente ligados ? história dos mitos por meio de um acontecimento qualquer. Por exemplo, a cidade de Paris vai sempre ser relacionada ? vida/morte da princesa Diana.
    . imagens: fotos dos mitos em diferentes momentos de suas vidas;
    . objetos: imagens modeladas em 3D a partir dos objetos e itens de uso pessoal dos mitos (ver substantivos);
    . sons: fragmentos sonoros curtos e n?o lineares mixam declaraç?es, discursos, músicas de filmes, ruídos ou outros sons que trazem ? lembrança mitos. Por exemplo, o som de um carro de fórmula um pode faz lembrar do piloto Ayrton Senna.


    Representaç?o Visual

    Tela 1. Figuras que representam os objetos de uso pessoal dos mitos s?o projetadas, rotadas e transladadas utilizando processos morphing em LOO. Imagens s?o geradas pelo código genético de dois mitos que, combinados, geram um terceiro indivíduo. O processo de morphing é utilizado para unir as imagens referentes a cada mito em mutaç?es em tempo real. Formas em mutaç?o s?o geradas pela contaminaç?o de formas de populaç?es de mitos.

    Tela2. Faces e corpos dos personagens com frases capturadas por mineraç?o de dados na Net. A representaç?o visual de um mito é feita através da projeç?o de imagens em metamorfose e frases captadas da net em um espaço tridimensional que escrevem sobre uma grande imagem realística das personalidades/mitos. Frases exibidas s?o trazidas da Internet em tempo real a partir de um sistema de busca a páginas contendo termos utilizados para caracterizar os mitos. O conjunto de rotinas de busca, disponibilizado pelo Google, é o mecanismo empregado para se fazer a seleç?o de textos da Internet, eliminando-se frases com conteúdo pornográfico, com ferramentas que permitem filtros .

    Tela 3. O gráfico cru dos algoritmos em mutaç?o. Algoritmos que escrevem o programa s?o oferecidos como a estrutura genética do sistema através de uma projeç?o.


    Evoluç?o

    A idéia de evoluç?o da populaç?o de mitos é baseada em conceitos de algoritmos genéticos. Esses s?o métodos de busca baseados em mecanismos da genética e da seleç?o natural (Goldberg 1989). No caso dos mitos, dois operadores s?o utilizados na geraç?o de novos indivíduos:

    . crossover: um segmento do código genético de um indivíduo é combinado ao segmento complementar do código genético de outro indivíduo;
    . mutaç?o: o código genético de um indivíduo tem um de seus gens selecionado aleatóriamente e mutado.

    Uma funç?o para determinar a aptid?o (fitness) de um indivíduo é definida com o objetivo de avaliar o quanto este indivíduo se encaixa na populaç?o de mitos. A funç?o retorna valores de 0 a 1, identificando desde indivíduos que n?o t?m nenhuma aptid?o para se tornarem mitos (0) até aqueles cujo perfil se encaixa perfeitamente no perfil de um mito (1).

    Fitness(Nj) corresponde ? aptid?o calculada para o novo indivíduo Nj e Noise(Ti) é o valor do ?ruído? para o termo Ti, um conceito utilizado em modelos probabilísticos baseados em Noisy-OR (Pradhan et al., 1994) e calculado como 1 ? P(mito Ti) (probabilidade de um indivíduo ser um mito dado que possui termo Ti).

    Interaç?o
    Duas formas distintas de interaç?o foram desenvolvidas no projeto. A primeira permite que o visitante selecione dois mitos originais e os combine para gerar um novo indivíduo. Os códigos genéticos dos mitos selecionados s?o combinados utilizando-se os operadores de mutaç?o e crossover. Um novo indivíduo é gerado, possuindo um código genético próprio formado por um conjunto de termos. Estes termos s?o ent?o utilizados na busca de textos que representem o novo indivíduo. Imagens e objetos dos mitos originalmente selecionados s?o combinados através da funç?o de morphing e projetados em conjunto com os textos recuperados.
    A segunda forma de interaç?o permite que o visitante selecione no banco de dados do sistema termos que lhe pareçam apropriados para o perfil de um mito. A partir de disso, os algoritmos genéticos s?o aplicados para gerar uma primeira geraç?o de indivíduos. Estes s?o avaliados através da funç?o de fitness definida, empregando nela os termos indicados pelo visitante. Os indivíduos que obtiverem maior pontuaç?o s?o armazenados no banco de dados e passam a fazer parte da nova geraç?o de mitos. Eles s?o apresentados ao visitante do mesmo modo que os mitos originalmente cadastrados, e podem passar seus gens a futuras geraç?es de mitos criadas por outros visitantes.

    Os operadores genéticos utilizados imprimem um caráter n?o determinístico ao sistema, sendo pequena a probabilidade de geraç?o de novos indivíduos iguais.
    . A busca de frases representativas sobre os mitos na rede dá ao sistema a propriedade de dinamicidade... um novo texto colocado na rede em qualquer ponto do globo pode a qualquer momento ser selecionado para representar os mitos e novos indivíduos gerados.
    . A forma que determina a qualidade do sistema e seus modos de construç?o permite que seja apresentado em qualquer língua, necessitando apenas a traduç?o dos dados que caracterizam os mitos para outras línguas. Na presente vers?o, utiliza-se o portugu?s.





    Exposiç?o:
    2004 - Exposiç?o "Emoç?o Art.ficial II ? Diverg?ncias Tecnológicas", com curadoria de Arlindo Machado e Gilbertto Prado e consultoria especial de Jeffrey Shaw. Período: 01 de julho a 26 de setembro de 2004. Local: Instituto Itaú Cultural, S?o Paulo, SP, Brasil.



    Equipe:

    PROJETO E DIREÇ?O DE CRIAÇ?O
    Prof. Dra. Diana Domingues

    PRODUÇ?O
    Laboratório de Pesquisa Novas Tecnologias nas Artes Visuais - NTAV
    Grupo de Pesquisa Artecno
    Universidade de Caxias do Sul - UCS
    CNPq /FAPERGS

    PROGRAMAÇ?O / INTERFACES INTERATIVAS
    Gelson Cardoso Reinaldo - UCS,
    Gustavo Brandalise Lazzarotto - IC CNPq e
    Maurício dos Passos - IC FAPERGS,
    Prof. Eliseo Berni Reategui - DEIN-UCS.

    MODELAGEM 3D
    Eleandra Gabriela Massing Cavalli - IC CNPq,
    Elisabete Bianchi - UCS e
    Junius Kurtz - PIBIC CNPq

    BANCO DE DADOS ICÔNICO
    Eleandra Gabriela Massing Cavalli - IC CNPq,
    Elisabete Bianchi - UCS,
    Luiz Fernando Oliveira - BIC UCS,
    Maurício Revello Vazquez - PIBIC CNPq,
    Mona de Carvalho - BIC UCS,
    Solange Rossa Baldisserotto - AT CNPq e
    Raquel de Lima Machado.

    BANCO DE DADOS SONORO
    Mona de Carvalho - BIC UCS

    BANCO DE DADOS TEXTUAL
    Luiz Fernando Oliveira - BIC UCS e
    Maurício Revello Vazquez - PIBIC CNPq.

    VÍDEO
    ROTEIRO: Luiz Fernando Oliveira - BIC UCS
    SOM - mixagem: Mona de Carvalho - BIC UCS
    EDIÇ?O DE VT: Liliam Maschio - CETEL - UCS.

    APOIO TÉCNICO
    Solange Rossa Baldisserotto - AT CNPq

    MONTAGEM INSTALAÇ?O
    Diana Domingues,
    Gelson Cardoso Reinaldo - UCS
    Maurício dos Passos - IC FAPERGS
    Fabiana Leit?o Rossarola
    Itaú Cultural


    AGRADECIMENTOS / APOIO

    Universidade de Caxias do Sul - UCS CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico FAPERGS - Fundaç?o de Amparo ? Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul Instituto ITAÚ Cultural Transportadora Translovatto



    10:05

    mona carvalho

    icq: 78152309 msn: mona.monixa@hotmail.com

    " antes sem modos do que seguir a moda"

    E-mail: monixa@gmail.com / mcarvalho@caxias.rs.gov.br




    Mona Carvalho

    Criar seu atalho


    ... this is the end... ... my only friend... the end.

    This page is powered by Blogger.