mona monixa menina lagartixa, mona monixa mona monixa menina lagartixa em: histórias, aventuras, palavras, exposições, amigos, histórias, fotografias rasgadas, papeis amassados, reflexos, manhãs de domingo, arteterapia, dança, dicas, viagens, ruas de pedras, indiadas, referências, movimento, arte, poeira da estrada, momentos perdidos, música, telas, novidades, links, curiosidades, tempestade de raios, enfim, um pouco de tudo e de tudo um pouco... ...about mona carvalho, sejam bem vindos!


















mona em álbum fotográfico
no
boneca de trapos







mona carvalho:
formada em licenciatura plena em educação artística - artes plásticas - especialização em arteterapia - curadora de artes visuais - atua também como curadora independente - atual diretora da escola preparatória de dança da cia. municipal de dança de caxias do sul.


m o n a c a r v a l h o - curadoria independente


para contatar curadorias: mcarvalho@caxias.rs.gov.br/curadoriaindependente@gmail.com


msn: mona.monixa@hotmail.com










curadoria independente:
a Curadoria Independente de Mona Carvalho trabalha com atividades ligadas a produções artísticas. A curadoria envolve: consultoria/assessoria de projetos, realização de exposições, informações de editais e prêmios, assessoria de imprensa/comunicação, arte gráfica, textos críticos, release e convites.


Mona Carvalho - Curadoria Independente

Curadoria Independente - Promovendo Arte












links.amigos

catraca
sigma666
gica nenem
nith du lac
cristhian caje
tabasko [taloco]
suuuuuuuu
gázi azi azi azi áazi
laine, uhh baiiibe, gislaine
joao gordinho radiafônico
rafael drambros com olhos sobre tela
wwwánessa q me ensinou a dizer salsixsha
grazi, a alemão
fran
mimi giron
leomara valente
stela medeiros
comédia em stand by
zamo tamay
depois das 11
Kika
...já foi: arquivos passados!

... segundos, minutos, horas, dias, meses e anos que se foram...

  • Abril 2004
  • Maio 2004
  • Junho 2004
  • Julho 2004
  • Agosto 2004
  • Setembro 2004
  • Outubro 2004
  • Novembro 2004
  • Dezembro 2004
  • Janeiro 2005
  • Fevereiro 2005
  • Março 2005
  • Abril 2005
  • Maio 2005
  • Junho 2005
  • Julho 2005
  • Agosto 2005
  • Setembro 2005
  • Outubro 2005
  • Novembro 2005
  • Dezembro 2005
  • Janeiro 2006
  • Fevereiro 2006
  • Abril 2006
  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Julho 2006
  • Novembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Maio 2007
  • Julho 2007
  • Agosto 2007
  • Fevereiro 2008
  • Março 2008
  • Maio 2008
  • Julho 2008
  • Outubro 2008
  • Dezembro 2008
  • Janeiro 2009
  • Fevereiro 2009
  • Março 2009
  • Abril 2009
  • Maio 2009
  • Junho 2009
  • Julho 2009
  • Agosto 2009
  • Setembro 2009
  • Novembro 2009
  • Dezembro 2009
  • Janeiro 2010
  • Março 2010
  • Abril 2010
  • Maio 2010
  • Junho 2010
  • Julho 2010
  • Agosto 2010
  • Outubro 2010
  • Novembro 2010
  • Dezembro 2010
  • Abril 2011
  • Julho 2011
  • << current

    um pouco de tudo e de tudo um pouco

    literatura



    guia dos curiosos
    beco dos livros
    baixar livros
    hilda hilst
    mensagem subliminar
    universo
    discovery channel
    discovery brasil
    egito
    vikings
    resumo de livros
    machado de assis
    carlos drummond de andrade
    nelson rodrigues
    academia brasileira de letras
    new journalism
    taoismo
    gothic art
    maquina de escrever
    pedra branca
    livros falados
    live jounal

    cinema


    cinema e dvd
    cinema em cena
    gnc cinemas
    south park studios
    amelie poulan
    curta o curta
    curta agora

    arte


    leonardo da vinci
    michelangelo
    picasso
    van gogh
    salvador dali
    museu virtual
    mark ryden
    fotos
    foto site
    foto 306
    curso b?sico de fotografia
    desenhos loucos
    desenhos loucos 2
    desenhos lindos
    beco das imagens
    explodingdo
    sincronias
    psyco
    olhares falam
    anne geddes
    artur fidalgo
    upgrade do macaco
    pinacoteca sp
    museu afro
    mapa das artes
    I’mito: Zapping Zone
    gentil carioca
    la biennale
    mapa das artes
    parkid

    música


    radio flamenca
    ouça pacco de lucia
    ouça camaron de la isla
    jimmy page's symbol
    radios
    jazz
    beatles classic rock
    letras beatles

    diversos


    fbi
    gothsannymous
    barbie
    unkymoods
    piranha cd
    humanos
    ryanorourke
    beco diagonal
    babilonia hype
    dedu??es via internet
    freak show
    full sreen
    relentlessdivas
    carcasse
    gotico
    goth industrial electro
    bedeteca de lisboa
    chili com carne
    glenat
    lambiek
    moda
    sonhos
    meio e mensagem
    creative
    hipp
    a place poa
    takahata
    senac
    mangue vivo
    see enigma
    beleza pura
    plante
    beleza inteligente
    trabalho sujo
    revista bala
    cabeza marginal
    rainbow
    monas
    como estou hj
    spectorama
    torpedo claro
    torpedo vivo
    mkzdk
    portley michael
    leary
    all tv
    anna nova
    chicken head
    mix brasil
    glurt
    espadas y serpientes
    gecko
    image bank
    doe com um click
    click fome
    Designando
    The Dreamers
    orisinal
    happy tree friends
    mamut
    adeus computador
    malvados
    banheiro feminino
    mona lisa
    pixar
    charge online
    asterix
    calvin e hobbes
    dc comics
    garfield
    marvel
    chuveiro songs
    kamasutra
    cowboybooks
    flyguy
    snoopy
    spawn
    tiras turma da monica
    jogue tomate
    linhuagem surdo-mudo
    coleções
    digite rapido

    fotologs

    Fotolog Nith
    Fotolog Aurelio
    Fotolog Dj Lu Vargas
    Fotolog da Monixa
    Fotolog da Gica
    Fotolog da Kriz Niggaz
    Fotolog gustaf
    Fotolog forgottendoll
    Fotolog nith
    Fotolog Vlad

    fotos europa, america latina e outros

    clique aqui

    adornos

    mimi giron

    Meu nome , Mort. Ed Mort. Sou detetive particular. Pelo menos isso e o que esta escrito numa plaqueta na minha porta. Estava sem trabalho ha meses. Meu ultimo caso tinha sido um flagrante de adulterio. Fotografias e tudo. Quando nao me pagaram, vendi as fotografias. Eu sou assim. Duro. Em todos os sentidos. O aluguel da minha sala - o apelido que eu dou para este cubiculo que ocupo, entre uma escola de cabeleireiros e uma pastelaria em alguma galeria de Copacabana - estava atrasado. Meu 38 estava empenhado. Minha gata me deixara por um delegado. A sala estava cheia de baratas. E o pior e que elas se reuniam num canto para rir de mim. Mort. Ed Mort. Esta na plaqueta. Ih! Roubaram a plaqueta!

    Mona: monixa@gmail.com


    Hey Hey My My "Rock n' Roll can never die"


    .:. Paradise Lost .:.
    .:. Lacrimosa .:.
    .:. Marduk .:.
    .:. Sentenced .:.
    .:. Ozzy .:.
    .:. Marilyn Manson .:.
    .:. Cradle of Filth .:.
    .:. Him .:.
    .:. Led Zeppelin .:.
    .:. Janis Joplin .:.
    .:. About Blues .:.
    .:. Deep Purple .:.
    .:. Judas Priest .:.
    .:. AC/DC .:.
    .:. Pink Floyd .:.
    .:. Enya .:.
    .:. Rammstein .:.
    .:. Lacuna Coil .:.
    .:. David Bowie .:.
    .:. Evanescence .:.
    .:. Moonspell .:.
    .:. Type O Negative .:.
    .:. Dead Can Dance .:.
    .:. Lorena Mackennit .:.
    .:. Kittie .:.
    .:. Gorgoroth .:.
    .:. Tears For Fear .:.
    .:. The Who.:.
    .:. Black Sabbath .:.
    .:. The Cure.:.
    .:. Rolling Stones .:.
    .:. Grace Potter and the Nocturnals.:.

































































    andem... voe... dance... brinque...:
    FLY GUY ...maravilha!


































































    Mona Carvalho - Curadoria Independente - promovendo arte

















    mona carvalho
    sangue O-

















    :)

































    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br










    seja um parceiro da curadoria independente
    artistas interessados em obter a curadoria de mona carvalho, empresas que gostariam de ser apoiadores culturais da curadoria independente, espaços e amantes da arte que se interessem por algum artista, empresas que queiram patrocinar ou ser um facilitador de algum projeto da curadoria, espaços culturais interessados em realizar exposições dos artistas parceiros e espaços que queiram trabalhar com ou serem orientados por uma curadoria, basta entrar em contato por email ou telefone.

























    Volare


































    curadoria independente

    + + heyyyy you ... that's something new + + :: all you need is love :: woooowwwwww , is that really me ???!?! ?So... is this really all there is ? !! never really got to hold on to you !! ohh no.... monixa, pink is not an appropriate color ... hahaha ::


    :*: Explodingdog :*:





























    di ver ti do

















    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br


















    ...mais e mais e mais fotinhos
    ...adornos maravilhosos

















    só deixo meu coração na mão de quem pode fazer da minha alma suporte para uma vida insinuante insinuante anti tudo que não possa ser bossa nova hard core bossa nova nota dez quero dizer, eu to pra tudo nesse mundo então, só vou deixar meu coração, a alma do meu corpo, na mão de quem pode na mão de quem pode e absorve tanto no céu que no inferno inspiração de mutação da vagabunda intensão de se jogar na dança absoluta da matança do que é tédio, conformismo, aceitação e eu fico aqui vou te levando nessa dança sobre o mundo (...) ciúme é o acúmulo de dúvida, incerteza de si mesmo, projetado assim jogado como lama anti-erótica na cara do desejo mais intenso de ficar com a pessoa eu não tô a toa eu sou muito boa eu sou muito boa pra vida eu sou a vida oferecida como dança e eu não quero "te dar gelo" diabos que o carregue vê se aprende, se desprende (...) decifra-me só deixo minha alma, só deixo meu coração na mão de quem ama solto! lindo.lindo [mona.monixa.menina.lagartixa]


































    orisinal


































































    ..."As pessoas pensam que quando se apaixonam elas se completam? A união platônica das almas? Pois eu não concordo. Eu acho que você está completo antes de se apaixonar. E o efeito do amor é fracionar você. Antes você está por inteiro, depois você racha ao meio." ...


















    Mona Carvalho - Curadoria Independente

































































    Oh, come on, come on, come on, come on! Didn’t I make you feel like you were the only man —yeah! Didn’t I give you nearly everything that a woman possibly can ? Honey, you know I did! And each time I tell myself that I, well I think I’ve had enough, But I’m gonna show you, baby, that a woman can be tough. I want you to come on, come on, come on, come on and take it, Take it! Take another little piece of my heart now, baby! Oh, oh, break it! Break another little bit of my heart now, darling, yeah, yeah,yeah. Oh, oh, have a! Have another little piece of my heart now, baby, You know you got it if it makes you feel good, Oh, yes indeed. You’re out on the streets looking good, And baby deep down in your heart I guess you know that it ain’t right, Never, never, never, never, never, never hear me when I cry at night, Babe, I cry all the time! And each time I tell myself that I, well I can’t stand the pain, But when you hold me in your arms, I’ll sing it once again. I’ll say come on, come on, come on, come on and take it! Take it! Take another little piece of my heart now, baby. Oh, oh, break it! Break another little bit of my heart now, darling, yeah, Oh, oh, have a! Have another little piece of my heart now, baby, You know you got it, child, if it makes you feel good. I need you to come on, come on, come on, come on and take it, Take it! Take another little piece of my heart now, baby! oh, oh, break it! Break another little bit of my heart, now darling, yeah, c’monnow. oh, oh, have a Have another little piece of my heart now, baby. You know you got it —whoahhhhh!! Take it! Take it! Take another little piece of my heart now, baby, Oh, oh, break it! Break another little bit of my heart, now darling, yeah, yeah,yeah, yeah, Oh, oh, have a Have another little piece of my heart now, baby, hey, You know you got it, child, if it makes you feel good.
































































































    I'm so tired of playing Playing with this bow and arrow Gonna give my heart away Leave it to the other girls to play For I've been a tempteress too long Yes Give me a reason to love you Give me a reason to be... a woman I just wanna be a woman From this time unchained We're all looking at a different picture Through this new frame of mind A thousand flowers could bloom Move over and give us some room, yeah Give me a reason to love you Give me a reason to be... a woman I just wanna be a woman So don't you stop being a man Just take a little look from outside when you can Sow a little tenderness No matter if you cry Give me a reason to love you Give me a reason to be... a woman I just wanna be a woman It's all I wanna be, it's all, a woman For this is the beginning of forever and ever It's time to move over So I wanna be I'm so tired of playing Playing with this bow and arrow Gonna give my heart away Leave it to the other girls to play For I've been a tempteress too long...

















































    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br


































    caminho de santiago de compostela desde sarria... 120 km em 5 dias!































    hora de poa




    hora espanha




    hora méxico

































    ... cuide mais do seu caráter do que da sua reputacao. porque seu caráter é exatamente aquilo voce é, enquanto que sua reputação é aquilo que os outros pensam que voce é... ...e o que eles pensam, é problema deles!!!































    mundo de sofia
    Sofia era uma menina de quase quinze anos que morava com sua mãe pois o trabalho de seu pai o deixava ausente boa parte do tempo. Em um dia belo, quando voltava da escola, encontrou com dois pequenos envelopes brancos, não simultaneamente. Cada um deles continha uma indagação e elas levaram Sofia a refletir sobre a vida e a origem do mundo.


















    roma com minha amiga gica

















    só ouço falar bem:


    Uma super dica que está fazendo um sucesso:


    você sabe explorar o potencial do seu visual e da sua voz?
    Workshop de percepção e desenvolvimento do potencial vocal e visual: descubra como fortalecer o que há de positivo em você e minimizar seus pontos fracos; aprenda a valorizar a sua voz e a sua fala, saiba como potencializar o seu visual, aprendendo a reconhecer o que combina e o que não combina com você; descubra a elegância no andar, no sentar, nos gestos e no vestir; reconheça o poder da harmonia entre voz e visual. Agende o seu atendimento: (54) 3222.5178 e (54) 9978.8858 ou brasilstudio@brasilstudio.com.br



    this mona's life
    quinta-feira, fevereiro 23, 2006

    Verona: Porta da Italia


    E uma das cidades mais antigas, charmosas e gloriosas da Italia, e podemos acrescentar, um das mais famosas e queridas pelos italianos e estrangeiros. Esta situada em uma magnifica posicao geografica e climatica e se encontra no centro das principais rotas de comunicacao nacionais e europeias, viarias e ferroviarias, algumas das quais se cruzam precisamente em Verona; seus vinhos nao necessitam apresentacoes, os produtos de suas hortas, os marmores de Verona, celebres no mundo todo.
    E, finalmente um singular motivo de atraçao para o turismo é, como todos sabem, a cidade que ha vinculado em seu nome proclamando-se - com a valiosa garantia de Shakespeare - a Cidade de Romeo e Giulietta.


    EXPLORANDO A NOSSA CIDADE!!

    Dividimos em varios dias, pois conforme vamos caminhando, conhecendo, participando de eventos e todas essas coisas... vamos escrevendo e detalhando alguns dos principais pontos turisticos daqui.

    PRIMEIRO DIA

    Depois de muito combinar, finalmente, saiu o tao esperado turismo, que pretendiamos fazer na nossa cidadezinha meiga! Chamamos nossos guias turisticos, Nuno e Rudi e fomos conhecer uma parte inexplorada de Verona (oh!). Inexplorada porque em nenhum dos dois guias da cidade que eu tenho fala sobre esse lugar.. hehehe.. (ou voces pensaram que todas as informacoes que vao ler abaixo vieram da minha inteligencia por si so?!? Adoraria que sim!! hehehehe). Mas, voltando ao que interessa... Neste dia nos encontramos com os meninos as 3hrs da tarde, no Time Out, tomamos um cafe e comecamos a caminhar... caminhar.. caminhar... depois a subir.. subir.. subir... e finalmente chegamos.. em uma das vistas mais bonitas da cidade, no Castel San Pietro. Mas para chegarmos ate ali, passamos por lugares muito bonitos, como a Ponte Pietra que eh o unico que ficou das pontes dos romanos de Verona. E de cinco arcadas, e sua construcao remonta a epoca precedente a Agusto; a arcada proxima a "orilla" direita foi reconstruida em 1298, junto com a alta torre da gurada, por Alberto della Scala. Quatro arcos a partir da esquerda e uma parte dos pilares originais, foram destruidos ao finalizar a guerra, em abril de 1945; a reconstrucao sucessiva foi feita com a maioria das pedras originais, encontradas no rio.





    .. na ponte pietra, vista pra cidade...



    ... gica e monixa...


    ...subindo nas escadas que vao ate o Castelo San Pietro...



    SEGUNDO DIA


    No meio do inverno, aquele frio que nao ultrapassa os 5° celsius... acordamos com um lindo dia de sol, e porque nao, sair para tirar umas fotos da nossa bella citt?. Tomamos cafe da manha, nos arrumamos muito bonitinhas (afinal esta ficara para a posteridade!) e quando estavamos saindo de casa, recebemos uma carta do Marcos e da Tania, la da Espanha, com presentes pra gente e alguns CDs... Voltamos correndo pra casa, vimos toooodos os videos e as fotos e finalmente, depois de nos emocionarmos muito, saimos.

    Mona: vamos a pé ou de onibus??
    Gica: vamos caminhando que a gente se esquenta....

    E la fomos nos, passamos pela Porta Vescovo, andamos pela Via XX de Settembre, atravesamos a Ponte Navi, e comecou nosso Dia de Turismo. Entrando na Parte Velha da cidade, encontramos a Tugce (se diz Tuche), uma das turcas nossa amiga e o Ersin (tambem turco). Ciao!! Ciao!! Come va? Benne, benne.... e seguimos adiante! Primeira parada, logo na entrada da Via Leoni, encontramos as escavaçoes que teriam tirado sobre a luz, o abaixamento da antiga Porta Leoni, da época romana. Seguimos o caminho e logo, mais fotos com a Porta Leoni. (que compoe o primeiro muro da cidade de Verona, construido no seculo I)





    ..ruinas romanas, perto da porta Leoni... " estamos falando de mais de dois mil anos atras..."




    Eu na porta leoni...



    Seguimos pela Via Cappello, e logo nos deparamos com o Antichi Archivi e Biblioteca Comunale. Demos uma olhadinha rapida, ninguem... entramos e havia uma exposicao de arte, mais uma instalacao.... "Tra arte e architetura 2005" Arte ambientata e arte ambientale. Ainda na mesma rua, passamos pela Casa de Giulietta, é um alto edificio que se remonta, talves, no seculo XIII, com uma fachada de ladrilho, que a tradiçao indica como a casa dos Capuletos, familia de Giulietta. O partio interior foi restaurado recentemente, se pode admirar o famoso balcao (sacada) da historia e, junto a este, uma lapida com os versos gravados da celebre tragedia de Shakespeare - em ingles e italiano. A estatua de Giulietta foi fundida em bronze por N. Constantino.

    Antes de chegarmos ate a Piazza Erbe, dobramos na primeira rua a direita, pois tinhamos que ir no correrio, comprar cartoes de Natal (eba!).. e nos deparamos com uma praça bem bonitinha, com uma estatua grande de Garibaldi, com arvores de diversas cores, super aconchegante. Seguindo o caminho, chegamos a Piazza dei Signori: é o lugar mais aristocratico da cidade, importante sobretudo por sua intima harmonia. Chegando da Piazza Erbe, a direita, tem o Palacio da Comuna, com modificacoes renascentistas em sua fachada romanica, caracterizada por fachas alternadas de ladrilhos e pedras; a continuaçao, depois da alta torre da segunda metade do seculo XIV, esta o Palacio do Capitao, com fachada do seculo XVI e charmosa portada de San-Micheli, do mesmo seculo; em seu patio se pode admirar a famosa Porta Bombardiera (1687). No fundo da praca tem o Palacio de los Scaligeri, atualmente Governo Civil, cuja parte oroginal se remonta no seculo XII, mas que foi muito retocado em distinstas epocas. E muito interessante o patio, com um belissimo poço renascentista e com a galeria gotica, que possuia afrescos de Altichiero (seculo XIV). Este edificio esta unido de maneira especial a lemranca de Dante, que na mansao dos Scaligere encontrou<<>>, segundo suas palavras.



    ...gica na piazza della posta...



    ...indo pra exposicao de fotinhos...






    Scavi Svaligeri...



    Porta Bombardiera


    Tumba dos Scaligeri


    Depois de muitas fotos, que nao iremos colocar todas aqui, fomos com destinacao a Piazza Erbe: guarda esse nome do antigo mercado de ervas da cidade. Hoje as barracas, protegidas por guarda-sois, vendem de sanduiches de pernil temperado com ervas, a frutas saborosas recem colhidas e cogumelos selvagens. No extremo norte da praça fica o Palazzo Maffei (1668), em estilo barroco. Em frente ao palacio, no alto de uma coluna, esta o Leao de Veneza, que marca a conquista de Verona pelo imperio de Veneza, em 1405. No lado oeste fica a Casa dei Mercanti, um edificio em grande parte do seculo 17, mas construido em 1301. Em frente, nas paredes acima dos cafés, podem ser vistos alguns afrescos. A fonte no meio da piazza e frequentemente escondida pelas barracas do mercado, mas a estatua em seu centro vem dos tempos romanos. Ela serve como um lembrete de que esta praça é usada como mercado ha mais de 2000 anos.


























    Piazza Erbe - todinhas as fotos sem legenda acima -

    Seguindo nosso dia de turismo, saimos da Piazza Erbe, entramos na Via Mazzini, a rua mais concorrida da cidade (uma perdiçao para os cartoes de credito) eh a rua onde se localizam as melhores lojas de Verona! E, ao final, esta localizada a Piazza Bra. Nos deparamos com um mercado... jah estava escurecendo (as 4h30 da tarde), entao resolvemos comprar o necessario e encerrar nosso dia de turismo por aqui mesmo...



    ..da fome...


    TERCEIRO DIA

    Na verdade foi um dia de turismo junto com despedida, pois um membro da Familia foi embora, entao todos decidiram acordar cedo, em mais um domingo de sol, para acompanhar o Rudi ate a estacao de trem, e a partir dai, aproveitar para conhecer um pouco mais da nossa bella citt? . Depois de dizermos good bye, comecamos a caminhar, passamos pela Porta Nova em direcao ao Castelvecchio: este imponente castelo, construido por Cangrande II entre 1355 e 1375, abriga atualmente uma das mais belas galerias de arte do Veneto. A primira seçao contem varias pecas do final do periodo romano e do comeco do cristianismo, entre elas peças de prata, broches do seculo 5°, um copo com o retrato de Cristo pintando em ouro e os sarcofagos de marmore esculpido de Sao Sergio e Sao Baco (1179).
    A seçao de arte medieval e do inicio do Renascimento mostra vividamente a influencia da arte do norte sobre os pintores locais. Percebe-se a enfase dada ao realismo brutal, em oposicao ao idealismo sereno. A parte do Renascimento tardio inclui um belo conjunto de Madonas do seculo 15.
    Joias, armaduras, espadas, escudos, o quadro Deposiçao (1565), de Veronese, e um retrato atribuio a Ticiano ou a Lorenzo Lotto fazem parte do acervo nas outras seçoes.
    No exterior, uma passarela oferece vistas do Rio Adige, com a Ponte Scaligere , que foi construida em 1355 por Guglielmo Bevilacqua. Possue tres grandes arcos (o maior deles comuma abertura de 48,69m) que se apoiam sobre dois potentes pilares; predomina como material o ladrilho, que reveste a parte superior dos pilares e dos arcos. Extraordinario o efeito cenografico e a cor desta ponte e muito sugestivo seu interior, desde que se pode contemplar algumas das melhores vistas da cidade. Foi modificado varias vezes no decorrer dos seculos e em grande parte destrida durante a guerra, em 1945, porem sua reconstrucao escrupulosa e fiel foi total e perfeita.
    Depois, como todos dias de turismo, terminamos na Piazza Bra, mas desta vez aproveitamos, para entrar na ARENA, o anfiteatro de Verona, concluido em 30 d.C., é o terceiro maior do mundo, depois do Coliseu de Roma e do anfiteatro de Santa Maria Capua Vetere, perto de Napoles. O interior, que parece intacto, abrigava quase toda a populacao de Verona romana. Visitantes vinham de todo o Veneto para assistir a combates de gladiadores. Desde entao as atividades foram mudando e Arena foi palco de execuçoes, feiras, teatros e operas.
    Muito lindo!! Mas como jah estava escurecendo, resolvemos voltar pra casa, com uma paradinha basica em um cafe, tomar uma Ciocolatta, pra esquentar, e depois casa...




    ...porta nuova... a caminho da estacao de trem...

    The Family fazendo turismo!!!


    Gica, Mona, Sandra e Carina na Ponte Scaligere




    a familia na entrada do Castelvecchio...



    Eu e minha doce amiga...dentro do Castelo, no jardim!!!




    observando a arte...


    museos sempre tem escadas...olha a familia aiii gente...e a fotografa ( eu) tremeu um pouco hein....hihihihi




    As meninas, outras vez, na Piazza Bra, na frente da Arena, com a estrela de Natal...



    the family na arena...




    a vista la de cima...



    AInda a Arena... esta parte a mais pra fora era o formato original.. mas os "veroneses" da epoca roubavam as pedras pra construir casas e agora a Arena esta menor.. uhauhauha informacoes uteis nao!! Italiano eh mesmo pao duro!!!

    QUARTO DIA

    Seria quarta noite... hehehehe... pois neste dia fomos num Tributo a Frank Sinatra nada mais, e nada menos, que no Teatro Filarmonico . Saimos de casa, pegamos um onibus, chovia que Deus mandava, e depois de meia hora chegamos la. Enquanto aguardavamos alguns membros da Familia, fomos comer um sorvetinho basico, em uma das poucas sorveterias que ainda estao abertas no inverno.
    A parte da descricao do teatro, que colocarei logo mais, o espetaculo foi divido. Comecou com um pianista solo, tocando por quase uma hora. Depois, uma entrada alla Frank , com direito a piano, depois bateria, guitarra e logo a entrada da orquestra sinfonica. Finalizou com uma classica banda de jazz.

    PERFEITO!

    Mas, voltando ao assunto, o Teatro, é o teatro verones mais importante e foi um dos mais ilustres e charmosos teatros italianos do seculo XVIII.
    Foi construido em 1716 srgundo um projeto de grande arquiteto e cenografo Fancesco Bibbirna, mas ja em 1760, devido a um tremendo incencdio, teve que ser reconstruido completamente. Outra destruicao total sofreu em 1945, causada por um bombardeio aereo, de onde se salvaram somente o grande atrio e o "foyer". A Academia Filarmonica Veronesa, que é a proprietaria do teatro, recosntrui-o segundo o projeto do arquiteto V. Filippini, que se baseou no seu plano original e reconstruiu fielmente, em seus promenores, o estupendo teatro do seculo XVIII. Foi muito bom mesmo, valeu a pena... mas como vida de rico dura pouco, voltamos a pe pra casa, de salto alto, sem onibus pois ja passava da meia noite e com chuva! So faltou cair sentada em uma poca pra completar a noite!! =)


    QUINTO DIA

    Resolvemos fazer o dia render, entao acordamos mais cedo e fomos pro centro (como sempre!) mas desta vez dedicamos o dia a um Turismo as Artes . Começamos em uma Exposicao de Fotografia em P&B, de Michal Kaane*, chamada Retrospective Two, no Scavi Scaligeri**, localizado na Piazza Dante. O mais divertido de tudo eh que o Museu eh dentro das escavacoes de mais de dois mil anos e conforme tu caminha pra ver a exposicao, tu vai vendo em que parte da cidade tu esta, se na Piazza dei Signori, Erbe, Dante... o maximo. Aprecia uma arqueologia incrivel enquanto desfrutas de fotos fascinantes. O maximo!
    Depois a caminho da Igreja de Santa Anastacia, encontramos, por acaso o Palazzo Forti** onde havia uma exposicao, que definiria como uma viagem total, de um artista chamado ALik Cavalieri*** , chamada Racconto, Arte, Magia .. muito boa tbem. Algumas viagens, coias repetitivas, mas adorei. O dia estava sendo genial. Finalmente chegamos ao nosso destino, a Chiesa di Sant'Anastasia, no final do Corso que leva o mesmo nome, na Piazza com este nome tambem (repetitivo, nao??). Bom, a Igreja é grandiosa e cheia de afrescos desbotados do século 15 e cenas esculpidas sobre a vida de San Pietro adornando o portal gotico, cuja construcao foi iniciada em 1290. No interior ha duas importantes pias de agua benta, sustentadas por figuras de mendigos conhecidas como i gobbi (os corcundas). Cada uma delas foi esculpida com um seculo de diferença: a mais antiga (da esquerda) data de 1495. A sacristia, perto da nave lateral norte, possuiu o belo afresco Sao Jorge e a Princesa (1433-8), de Pisanello.











    :::A e Z aspettano l'amore, 1971, resina, bronzo, alluminio, ferro, ottone, perspex, cm 247x300x300:::


    :::Apollo e Dafne, 1971, bronzo, poliuretano espanso, acciaio, specchio, cm 385x600x450:::




    :::G.B. e il Rag. Rossi, 1961, bronzo, cristallo, cm 60x80x80:::




    :::I processi dalle storie inglesi di Shakespare, 1972, bronzo, acciaio, poliestere, carta, stoffa, legno, cm 570x1000x1000:::



    :::Pigmalione, 1986-87, vetro, specchio, ferro, rame, ottone, bronzo, porcellana, legno, tela, carta, lana, raso, tempera, terracotta, ghisa, sabbia, pietra, cm 310x1400x60:::




    :::Susy e l'albero, 1969, bronzo, acciaio,vetro, resina, acqua, cm 188x150x90:::



    :::Il muro e la mano, 1965, bronzo, argento, vetro, legno, ceramica e cemento, cm 79x52x15:::







    Michal Kaane



    Fotografo de origem ingles, eh cohecido e estimado pelo publico em geral e pela critica fotografica internacional. Autor de mais de 20 livros, seu trabalho esteve exposto em outras 300 amostras pessoais e fazem parte de cerca de 90 colecoes importantes. Venceu numerosos premios internacionais e em 2000 foi nominado Cavalheiros da Ordem das Artes e Letras, pelo ministerio da cultura francesa. Hoje mora em Portland, Oregonm nos Estados Unidos.

    ** Scavi Scaligeri

    Visitando la grande area archeologica degli Scavi Scaligeri si compie un affascinante viaggio a ritroso nel tempo, alla scoperta della Verona romana e medievale. La zona ? proprio al centro della citt?, a due passi dalla piazza delle Erbe, sede del potere politico e amministrativo nel Medioevo, che ricalca il tracciato del Foro, fulcro della vita civile e religiosa in et? romana.
    Entrando nel cortile del palazzo abbiamo l'immagine di un edificio complesso, vissuto a lungo, con parti dell'epoca degli Scaligeri e con numerose aggiunte dei secoli successivi, fino al Novecento. Prima dell'inizio degli scavi, fino agli anni Settanta del secolo scorso, il palazzo fu sede del Tribunale di Verona.
    I due grandi obl? posti nel cortile rivelano l'esistenza dei resti sotterranei e invitano alla scoperta.
    Dopo una sosta nella biglietteria/libreria raggiungiamo l'ingresso, situato verso piazza Viviani, sotto tre arcate che, nel palazzo di Cansignorio della Scala, collegavano il cortile interno a un grande giardino, esteso su tutta la piazza attuale.
    Scesa la scala, ha inizio un percorso che richiede partecipazione al visitatore: le strutture antiche, lasciate a vista dove sono state trovate, non sono disposte secondo una sequenza ordinata nel tempo e ci conducono senza preavviso da un'epoca all'altra.
    Vediamo dapprima (1 ) due tombe, che facevano parte del cimitero annesso a S. Maria Antica, la piccola chiesa a fianco delle Arche Scaligere. Nel Medioevo era d'uso seppellire i morti all'interno dei centri urbani, presso gli edifici religiosi; cos? nell'XI-XII secolo attorno alla chiesa si svilupp? un'ampia zona funeraria, probabilmente suddivisa per nuclei familiari mediante bassi muri e costituita per la maggior parte da semplici fosse scavate nella terra. Sono stati ritrovati circa 60 scheletri, anche di bambini e adolescenti; diverse tombe vennero riutilizzate pi? volte, per carenza di spazi e per mantenere l'unit? dei gruppi parentali. Sono state lasciate in vista due delle sepolture pi? articolate, una ancora con la lastra di copertura.
    Entriamo poi in contatto (2) con un primo resto di una vasta area residenziale romana, della quale vedremo in seguito altri ambienti. La presenza di un mosaico complesso rivela che l'edificio era di una certa qualit? architettonica, congruente con la collocazione nelle vicinanze del Foro. Al centro del pavimento del vano, si trova un interessante motivo in nero su fondo bianco: entro una cornice che rappresenta le mura merlate di una citt?, ? un cerchio contenente sette esagoni con anatre e delfini; le anatre sono realizzate con tessere di vari colori. Incontriamo ora i resti del palazzo costruito dal signore Alberto della Scala, dopo aver ottenuto nel 1285 l'autorizzazione dal Comune di Verona. Percorsa una cantina a volta in mattoni (3), ben conservata, passiamo a fianco delle fondamenta di una casa-torre quadrata (4), che faceva parte del palazzo ed era collegata a un cortile cintato da un muro.

    Nel Medioevo, la citt? era ricca di case-torri, un tipo di residenza fortificata adatto a un periodo reso turbolento dalle lotte fra le grandi famiglie veronesi e dalle guerre esterne. La torre di Alberto verr? abbattuta al momento della costruzione del pi? vasto e articolato palazzo di Cansignorio, intorno al 1364.
    Ritorniamo all'epoca romana, osservando dalla soglia in lastre di calcare i resti dei muri di un'aula con abside sul fondo (5), costruito nel tardo IV secolo d.C.; la parte anteriore era un cortile cintato e pavimentato. Proseguendo il percorso, vediamo uno spazio lastricato (6) sul retro dell'aula e, superati i resti di altri edifici romani (7), ritorniamo all'abside in cui fu scavata in et? longobarda una tomba per due defunti, con pochi oggetti di corredo.
    Non conosciamo la funzione dell'aula, distrutta nel 590 da un incendio di vaste proporzioni che interess? tutto il centro di Verona; l'incendio fu cos? violento da meritare il ricordo dello scrittore Paolo Diacono nella sua Storia dei Longobardi.
    Si raggiunge una casa romana, composta da diversi ambienti (9-10), di cui uno pavimentato a mosaico (era forse la sala da pranzo). Riattraversando la grande sala, si arriva alla strada romana che corre sotto l'attuale via Dante, corredata di una ben conservata fognatura in mattoni (12), che rest? in uso addirittura fino agli inizi del XX secolo.
    Si incontrano poi i resti di edifici relativi o vicini al complesso del Foro romano (13-14) e, dopo le cantine del palazzo soprastante (15), si ritorna alla strada romana, dove ? possibile osservare il lungo muro di facciata (16) di alcune case, costruite sulla via e pi? volte ristrutturate, impiegando anche le pietre del lastricato; in una soglia, si notano tré successivi rialzamenti, determinati dal progressivo interramento della strada, che manteneva comunque la sua funzione.
    Alla fine del percorso, si trova un esempio di muro (17, XI-XII secolo), caratteristico nella sua bicromia dell'architettura medievale veronese.













    ***IL PALAZZO E LA SUA STORIA

    La sede della Galleria d' Arte Moderna del Comune di Verona occupa parte dell'isolato di origine romana delimitato da Via Forti, Via Massalongo, Corso S. Anastasia e Vicolo Due Mori.

    L'ossatura originaria di Palazzo Forti potrebbe essere databile intorno al secolo XIII. Unica testimonianza quasi sicuramente attribuibile a questo periodo ? la cosiddetta "ala di Ezzelino da Romano". Si tratta di Ezzelino III, tirannico capitano del popolo che govern? Verona dal 1232 al 1259, dopo il matrimonio con Selvaggia, figlia naturale dell'imperatore Federico II. Dopo la morte cruenta dello stesso Ezzelino (1259) la costruzione sub? e distruzioni o trasformazioni, soprattutto durante la dominazione scaligera. La struttura medievale ha sub?to nel tempo tre grossi interventi. Il primo eseguito alla met? del '400, dopo l'acquisto da parte della famiglia Emilei che, proveniente dal feudo di Montirone nel bresciano, si era trasferita a Verona fin dal 1416. Gli Emilei trasformarono l'edificio in palazzo residenziale, con locali di rappresentanza, biblioteche, giardini, cortili, servizi ecc, Il secondo intervento ? di epoca cinquecentesca; il terzo, avvenuto nel '700, ha comportato il rifacimento del fronte principale ad opera dell'architetto Ignazio Pellegrini, Il palazzo divenne un importante luogo di incontri culturali, politici e artistici.
    Francesco Emilei, provveditore della citt?, vi ospit? Napoleone I. Per ironia della sorte Francesco Emilei venne poi condannato a morte, come insurrezionalista, dallo stesso tribunale capeggiato da Napoleone. E a nulla valse la raccomandazione della nobildonna Silvia Curtoni Verza, che visse con lui una romantica storia d'amore, Dalle cronache si deduce che si ripete in parte la vicenda di Tosca, con una finta ma in realt? vera esecuzione e, sembra, un tentativo di suicidio di Silvia, che tuttavia si legher? pi? tardi al poeta Ippolito Pindemonte. ln seguito Pietro Emilei, acceso carbonaro, fu costretto per sopravvivere ad affittare i locali del piano nobile del palazzo al Comando granducale austriaco presieduto dal generale Radetzky. Per l'occasione la dimora fu ingrandita e prolungata fino all'attuale Via Massalongo.
    Il periodo dell'occupazione austriaca fu quello di maggior risonanza pubblica del palazzo. Fu proprio Pietro degli Emilei che, dopo un periodo di prigionia nella fortezza di Salisburgo (fu accusato di appartenere a societ? segrete liberali), al suo rientro in patria vendette il palazzo, nel 1854, a lsraele Forti, che ne ordin? un ampio restauro. Nel 1937 Achille Forti, illustre botanico e ultimo discendente della famiglia, lasci? il palazzo in eredit? al Comune di Verona che, come da volont? testamentarie, lo adib? a museo d' arte moderna. Con questi compiti il palazzo rimase aperto per poco pi? di un anno. ln seguito alle vicende belliche fu adibito prima a sede dell'Accademia di Belle Arti e Liceo Artistico, poi a Uffici dell'amministrazione comunale fino al 1950 circa.
    Nel 1966 furono intrapresi alcuni lavori di restauro, sotto la sovrintendenza del Prof. Licisco Magagnato, che misero in luce le strutture medievali. Intanto, ma solo per qualche mese, fu riaperta la sede museale, che fu per? definitivamente chiusa (tranne qualche solitaria esposizione) fino agli anni '80.

    Nel 1982 l'amministrazione comunale decise la definitiva apertura della Galleria che venne inaugurata il 14 marzo dello stesso anno. Da allora, sotto la direzione del Prof. Giorgio Cortenova. la struttura museale ha organizzato numerose e importanti rassegne dedicate ai personaggi e ai movimenti pi? importanti del panorama artistico nazionale e internazionale: da Gnoli a Cintoli, da Capogrossi a Baj, da Leoncillo a Pozzati, da De Chirico a Tancredi, da Degas a Guttuso, da " Astratta" alle " Scuole romane", dagli impressionisti a Modigliani, dagli espressionisti a Magritte, Picasso, Klee, Kandinsky e altri. Si ? inoltre atteso alla collezione che annovera opere di Fattori, Casorati, Birolli, Hayez, Semeghini, Guidi, Dall'Oca Bianca, Trentini ecc.










    **** Alik Cavalieri


    Alik Cavaliere ( Roma 1926 - Milano 1998 ). Allievo di Marino Marini a Brera, dopo l'esordio giovanile all'insegna di un primitivismo postcubista, prese a modellare figurine di soggetto popolare in terra refrattaria, gesso policromo o legno (Lavoratrice, 1957, Suzzara, Gall. d'Arte Cont.)
    secondo un realismo non alieno da accenti ironico-critici che dagli anni Sessanta svilupp? in senso narrativo con i cicli dei Giochi proibiti, delle Metamorfosi e soprattutto delle Avventure di Gustavo B in cui racconta la storia dell'uomo, pigmeo indifeso e deforme, nell'ambiente urbano in cui vive ed opera, e che gli ? estraneo.

    A partire dal ?paesaggio? delle Avventure - calchi naturalistici reali o fittizi di elementi vegetali (per es. W la libert?, 1971, Cagliari, Gall. Comunale d'Arte) non estranei alla fortuna italiana della pop art - elabor? dapprima una sorta di scultura-paesaggio, quindi, in scala ambientale, scenografie ipertrofiche, di gusto barocco, dove la figura umana ? chiamata a recitare la propria anonima vicenda quotidiana.

    Alik Cavaliere muore a Milano il 5 Gennaio 1998.

    12:31

    mona carvalho

    icq: 78152309 msn: mona.monixa@hotmail.com

    " antes sem modos do que seguir a moda"

    E-mail: monixa@gmail.com / mcarvalho@caxias.rs.gov.br




    Mona Carvalho

    Criar seu atalho


    ... this is the end... ... my only friend... the end.

    This page is powered by Blogger.